O vai e vem dos técnicos no Brasil

Reprodução: Tribuna Online
Por: Gabriel Santos
FutebolNews

O Brasil quase que culturalmente conta com várias e várias trocas de técnico, dificilmente a torcida tem paciência e nos dias atuais não é diferente, pois o cidadão da foto também está com a corda no pescoço pelos resultados do time e pelo desempenho ruim da equipe.

A questão é que trocas de técnicos já decidiram títulos, mas também já foram fatores decisivos para rebaixamentos de clubes grandes.

Um caso de sucesso inquestionável foi o de Luiz Felipe Scolari ano passado. Certo que o treinador é alvo de críticas por alguns torcedores na atual temporada, mas na temporada passada Scolari chegou bem após Roger ter deixado o bom time do Palmeiras em 6º
, muito por não ter gerido bem o elenco, e no final das contas o Palmeiras recorreu pra moda antiga" que acabou dando muito certo, pois Felipão não perdeu nenhuma vez no segundo turno do Brasileirão, mas....

Não é raro encontrar o contrário, vejamos o Internacional de 2016, o time terminou o Brasileirão com Lisca Doido que na época era quase uma chacota, mas que acabou salvando o Ceará no ano passado. 

A qualidade e a mudança que os treinadores podem provocar no time são completamente relativas e muitas demissões são demasiadamente antecipadas por maus resultados, o que faz vários times demitirem treinadores com um planejamento bom para o futuro para contratar um e torcer pra dar tudo certo.

O que define a eficiência dessas trocas não são exclusivamente os treinadores, mas sim o contexto em que são demitidos e contratados.

1 Comentários