FUTHISTÓRIA: Juan

Reprodução: Magalhães/ Jr Photopress 

Por: Mariane Ferreira
FutebolNews

Na última semana o Flamengo se despediu de um jogador importante, Juan Silveira dos Santos. Com 40 anos o zagueiro decidiu encerrar a sua carreira em grande estilo. O jogador tem 33 gols com a camisa do Flamengo e ao lado de Junior Baiano são os maiores zagueiros artilheiros na história do clube.

O zagueiro que também já defendeu a Seleção Brasileira participou das conquistas da Copa América de 2004, Copa das Confederações de 2005, Copa América de 2007 e Copa das Confederações de 2009. Além disso fez parte do grupo que disputou a Copa do mundo de 2006 e 2010.

O jogador nascido no Rio de Janeiro, foi revelado nas categorias de base do rubro-negro. A princípio jogava como meia, mas se destacou mais quando foi improvisado como zagueiro, posição que o consagraria no futebol. Com 17 anos fez sua estreia pelo time profissional, e sem conseguir espaço no time acabou voltando ao juniores.

Foi apenas em 1999 que o zagueiro retornou ao time principal e conseguiu seu espaço como titular. Nesse mesmo ano participou da conquista da Copa Mercosul. Em 2001 ajudou o time a conquistar mais um título, a Copa dos Campeões, marcando um gol na final da competição e assegurando a participação do time na Libertadores.

No ano seguinte despertou o interesse de times internacionais e se transferiu para o Bayer Leverkusen da Alemanha, onde jogou por 5 anos. Em 2007 foi para a Roma, onde ficou até 2012. Nesse período conquistou uma Copa Itália e uma Supercopa da Itália. Foram 148 partidas com a camisa da Roma e 11 gols marcados.

Em 2012, apesar do carinho da torcida, a Roma liberou o jogador para se transferir para o Internacional e assinou contrato de dois anos.

Foi em 2016 que Juan retornou ao seu clube formador. Após o fim do contrato com o Inter o zagueiro voltou ao rubro-negro e se destacou naquele ano jogando ao lado de Réver. De la para cá, o jogador foi peça importante na zaga do time, participando de grandes partidas e fazendo gols pelo Flamengo.

Em 2017 completou 300 jogos e ganhou uma camisa comemorativa. Em setembro de 2018 sofreu uma grave lesão, um rompimento no tendão de aquiles do pé direito e desfalcou o time até o final do ano.


Depois de seis meses se recuperando, voltou a atuar pelo Flamengo em março de 2019, no Campeonato Carioca. A aposentadoria veio na vitória do time rubro-negro contra o Cruzeiro pela 1º rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro entrou aos 45 minutos do segundo tempo e o torcedor presente do estádio fez uma bela festa para agradecer esse grande jogador. 



0 Comentários