Expectativa para a estreia do Brasil na Copa América


O Brasil é a terceira seleção que mais venceu. Foram 8 títulos ao todo, sendo o último conquista em 2007. Imagem: El Pais


Por Rodrygo Nascimento
FutebolNews

Esta será a 5ª edição da Copa América realizada aqui no Brasil, todas a outras 4 foram vencidas pela Seleção Canarinho. Curiosamente, os cenários foram parecidos, tumulto, polêmica e a equipe passando por reformulação. Os comandados de Tite com responsabilidade ainda maior por conta da última impressão deixada na Copa do Mundo. O corte da melhor referência técnica, Neymar, também pesa dentro do campo, porém, fora dele é dito como "alívio" por conta das polêmicas que envolviam o jogador do PSG.

O Grupo A, que é do Brasil é formado por Bolívia, adversário na noite de hoje, Peru e Venezuela. Ao que tudo indica a seleção consegue passar sem passar sustos. E mesmo que não atravesse o melhor momento técnico, é inegável a superioridade sobre as outras 3 seleções.

Tite buscou mecanismos para suprir a ausência de Neymar. Neres, Richarlison e William brigam pela vaga de titular. Os 2 primeiros ganharam espaços nos amistosos pós Copa. Neres sempre buscando a jogadas individuais, podendo atuar pelos dois lados, um extremo que tem no 1x1 o ponto forte. Richarlison é mais vertical que o ex-São Paulo, leva vantagem por conseguir atuar nas três posições do ataque, o ponto forte é a sua finalização. William é o mais experiente deles, duas Copas do Mundo com a seleção, fora as competições que disputou, atua nas 3 posições do meio, tem boa recomposição na organização defensiva e ataca bem os espaços nas transições ofensivas. Tem a finalização e 1x1 como ponto forte. A confiança do treinador pode ser a chave para o meia do Chelsea conseguir a vaga de titular.

Outra opção á atuar com Coutinho aberto pela esquerda e Paquetá centralizado, saindo da formação de 4-3-3 para o 4-2-3-1. Variações não faltam, boa parte dos jogadores conseguem atuar em mais de uma posição e isso facilita a troca dentro das partidas. Uma das variações é a utilização de 3 meio campistas formando um losango, 1 meia fazendo o papel de enganche e 2 atacantes mais adiantados, em números seria um 4-3-1-2. Opções não faltam.

Provável Escalação

Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos, Filipe Luís; Casemiro, Fernandinho; Neres, Richarlison Coutinho; Firmino. (Fonte: SofaScore)

Os retrospecto nos últimos 10 jogos é espetacular, foram 9 vitórias e apenas 1 empate. Marcou 25 gols e sofreu 2 gols. Em números é sensacional, entretanto as atuações dentro do campo não tem convencido. Esta Copa América pode ser a oportunidade para a virada de chave para a seleção e um gás para Tite se manter no comando. A partida será hoje, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Morumbi, localizado em São Paulo.

0 Comentários