Brasileiros conhecem primeiros adversários em competições continentais de 2020

(Foto: Conmebol)
Por: João Victor Viana
FutebolNews, São Paulo 

Na noite de ontem (17), aconteceu em Luque, no Paraguai, o sorteio para as competições mais importantes do continente, Libertadores e Sul-Americana. Com muitos representantes brasileiros nas duas competições, vamos explicar a situação de cada um.


Libertadores

Corinthians e Internacional não entram diretamente na fase de grupos, as equipes precisam passar por dois mata-matas para conseguirem a vaga. O Colorado enfrentará no primeiro confronto o vencedor do jogo entre Universidad de Chile e Unión Española, a ser disputado no dia 24 de janeiro, quando as equipes se enfrentam pela semifinal da Copa do Chile. Se passar desse confronto, para conquistar a vaga no grupo E terá ainda que vencer mais um jogo, que será contra Macará (Equador) ou Tolima (Colômbia). Se chegar na fase de grupos, teremos o primeiro Gre-Nal da história da Libertadores.

O Inter irá para o grupo E. Já o Corinthians enfrenta o vencedor de Guaraní (Paraguai) e uma equipe da Bolívia que ainda não foi definida; classificando-se, o Alvinegro enfrenta o vencedor de Palestino (Chile) e Cerro Largo (Uruguai); passando pelas duas fases, teremos mais um grande clássico à vista, já que o Corinthians irá para o grupo B, o mesmo do rival Palmeiras.

O atual campeão Flamengo está no grupo A com o adversário da Recopa, Independiente Del Valle (Equador), o campeão do Apertura Junior Barranquilla (Colômbia) e uma equipe que virá da fase pré, podendo ser Cerro Porteño (Paraguai), Carabobo (Venezuela), Universitario (Peru), Progreso (Uruguai), Barcelona (Equador) ou Sporting Cristal (Peru).

O Grupo B tem o Palmeiras como cabeça de chave, juntamente com o campeão do Apertura da Bolívia, Bolívar, e o Tigre, rebaixado, mas campeão da Superliga Argentina. O quarto adversário vem da fase preliminar, com favoritismo para o maior rival Corinthians.

O campeão da Copa do Brasil de 2019 não caiu em uma chave fácil. Sendo integrante do grupo C, o Athletico-PR enfrentará os campeões continentais Peñarol (Uruguai) e Colo Colo (Chile). Além disso, ainda virá um quarto integrante do Clausura da Bolívia.

O grupo D, em quem o São Paulo faz parte, é forte candidato a ser o grupo da morte. O Tricolor paulista enfrenta o finalista das duas últimas Libertadores, River Plate, além da campeã da Libertadores de 2008 LDU (Equador) e o modesto Binacional (Peru).

O Grêmio também não teve um sorteio dos sonhos e caiu em um grupo que pode ser bem complicado. O campeão de 2017 enfrenta Universidad Católica (Chile), América de Cali (Colômbia) e o quarto integrante virá da chave G4, a mesma do Internacional.

E o último dos representantes brasileiros é o Santos que está no grupo G juntamente com os atuais campeões nacionais Olimpia (Paraguai) e Delfín (Equador), além do Defensia y Justicia, atual vice-campeão argentino.


Sul-Americana

Diferentemente da Libertadores, a Copa Sul-Americana não possui fase de grupos. O Campeonato todo são fases mata-mata em jogos de ida e volta, sendo a final em jogo único.

Abaixo os adversários dos brasileiros na primeira fase do torneio:

Bolívia 4 x Vasco – Vasco decide fora
Unión Santa Fe (Argentina) x Atlético-MG – Atlético decide em casa
Nacional (Paraguai) x Bahia – Bahia decide fora
Sol de América (Paraguai) x Goiás – Goiás decide em casa
Unión La Calera (Chile) x Fluminense –Fluminense decide fora
Independiente (Argentina) x Fortaleza – Fortaleza decide em casa

0 Comentários